Aprendendo com Orhan Pamuk [1]

 “Escrever é uma percepção do espírito. É um trabalho ingrato que leva à solidão.”

Blaise Cendrars (1887-1961), escritor francês.

  

Ferit Orhan Pamuk nasceu em Istambul, Turquia, em 7 de junho de 1952, contando atualmente com 55 anos. Oriundo de uma grande e aquinhoada família pôde estudar além-fronteiras.

Desde a sua juventude, mostrou ser amante das artes plásticas. Começou a cursar arquitetura, mas acabou por se licenciar em jornalismo pela Universidade de Istambul. Entretanto, nunca chegou a exercer a profissão, pois, aos 22 anos, decidiu dedicar-se em tempo integral à escrita. O seu primeiro romance, Cevdet Bey and His Sons, foi publicado sete anos depois, em 1982, tendo sido distinguido com dois prêmios literários da Turquia. No ano seguinte, foi publicada a obra The Silent House, que conquistou, na França, o Prix de la Découverte Européene. O livro que marcou sua ascensão no mercado literário internacional foi A Cidadela Branca, publicado em 1985, na Turquia, e, no ano 2000, em Portugal. Continuar lendo

Anúncios

Você Acredita em Milagres?[*]

“Pensa-se hoje na revolução, não como maneira de se solucionarem problemas postos pela atualidade, mas como um milagre que nos dispensa de resolver problemas.”

 Simone Weil (1909-1943), filósofa francesa.

A palavra “milagre” vem do latim miraculum e significa algo que surpreende e que possa causar admiração. Entretanto, estamos acostumados a entender o milagre muito além destas sinonímias, especificamente como a teologia ensina, ou seja, a ocorrência de um fato maravilhosamente portentoso, que supere as leis da natureza e não encontre explicações na tangência das ciências, mas somente em Deus. Continuar lendo

“Um por Todos e Todos por Um!” [1]

 

  “Era mais importante ensinar a humildade aos amigos do que desafiar os inimigos com a verdade.”

 Santo Agostinho (354-430, sermão 284)

“Um por todos e todos por um!” Quem não conhece esse hino de “guerra” muito usado em competições esportivas, gincanas e disputas envolvendo times?

Ele realmente acirra os ânimos da equipe, eleva o brio dos participantes, enfim, motiva-os para a consecução de um objetivo comum: vencer a partida, a competição ou o campeonato. Torna-se extremamente oportuno relembrá-lo por ocasião da realização da 15a edição dos Jogos Pan-Americanos a ser realizada de 13 a 29 de julho, na cidade do Rio de Janeiro. Continuar lendo

Procura-se uma Sede – Reminiscências Históricas de um Antigo Sonho

 “Um homem percorre o mundo inteiro em busca daquilo que precisa e volta à casa para encontrá-lo.”

 George Augustus Moore (1852-1933), escritor irlandês.

Em setembro de 2006, a Sobrames – SP completou seu 18o aniversário, aliás, de mui profícua existência, com um grande dossiê de serviços prestados aos seus sócios e à sua causa.

Com sua maioridade, achamos que seja hora deveras oportuna de repensar num antigo sonho acalentado desde nosso primeiro mandato à frente desta seccional (1992-1994), qual seja o de ter um domicílio próprio. Continuar lendo

Instituídos mais dois Prêmios na Sobrames- SP

 

 “O esforço dirigido a um objetivo tem sempre por prêmio, com a consecução daquilo a que se aspira, a satisfação que o triunfo proporciona.”

 Thomas Wittlam Atkinson (1799-1861), arquiteto e escritor inglês.

 

Premiar é um verbo de dupla via. Premiar tem como sinônimo estimular, desenvolver, valorizar, enaltecer alguém através de sua obra ou feitos e ser premiado é ser reconhecido, merecido, ou distinguido entre seus pares. Continuar lendo